23
out

CRAS de Sales Realiza Campanha Setembro Amarelo


No mês de Setembro foi realizada uma parceira entre a Escola Estadual Maria Cardoso Castilho e o Centro de Referência e Assistência Social de Sales – CRAS, o qual foi responsável pelo desenvolvimento de atividades de orientação e prevenção em atenção ao Setembro Amarelo- Mês de prevenção ao Suicídio.
No Brasil as atividades do Setembro Amarelo tiveram início no ano de 2015 a partir de uma iniciativa do CVV (Centro de Valorização da Vida), CFM (Conselho Federal de Medicina) e da ABP (Associação Brasileira de Psiquiatria). Associações internacionais que trabalham pela causa comemoram no dia 10 de setembro o Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio. Todas estas movimentações em torno do assunto se devem aos fatos de que, mundialmente as estatísticas de suicídio vêm crescendo, no Brasil o índice entre jovens aumentou consideravelmente nos últimos anos, e também de fazer com que o suicídio deixe de ser um tabu em nossa sociedade e a partir da divulgação de informações possa existir a prevenção. Há também uma grande esperança, pois, segundo uma perspectiva da OMS (Organização Mundial de Saúde) 9 (nove) entre 10(dez) casos de suicídio poderiam ter sido evitados.
Na Escola Estadual as atividades foram desenvolvidas pela técnica do CRAS e Psicóloga Luana Barakat Figueiredo dos Reis, destinadas a todas as 16 turmas de 6º ano do Ensino Fundamental II a 3º Ano do Ensino Médio, em horário de aula, através de slides, músicas, vídeos, dinâmicas e atividades de grupo. A equipe de direção, coordenação e funcionários da Escola organizou as datas, turmas e os equipamentos utilizados. Os professores estiveram presentes auxiliando na coordenação e desenvolvimento dos trabalhos.
Completando o tema foram desenvolvidos outros assuntos como Depressão, Fase da Adolescência, Bullying, Resiliência, Autoestima, Gratidão, Fé e Sentido da Vida. Ao final os alunos foram convidados a avaliar tudo o que foi desenvolvido e também a darem sugestões de melhoria. Ficou perceptível que, de uma maneira geral todos os alunos presentes ficaram satisfeitos e agradecidos pela iniciativa, demonstrando a grande necessidade que o jovem tem de se sentir enxergado, acolhido, ouvido e atendido em sua singularidade nesta fase especial e única, mas por vezes cheia de conflitos que é a adolescência, ressaltou a psicóloga do CRAS de Sales, Luana Barakat Figueiredo dos Reis.

Sistema Administrativo © 2013 MMIT — Todos os direitos reservados.