21
jun

AULA ECOLÓGICA EM SALES/SP


Ilustração da matéria

No dia 5 de junho, data que comemoramos o “Dia Mundial do Meio Ambiente”, o Município de Sales foi cenário de estudo promovido pelo Centro de Estudos Superiores Sagrado Coração de Jesus, da cidade de São José do Rio Preto.
Como tema da Campanha da Fraternidade, a preservação do Meio Ambiente foi a motivação pela qual originou esse dia de estudos em contato com a natureza.
A escolha de Sales como cenário dessa aula não foi por acaso. O município possui a maior reserva de Mata Atlântica do interior de São Paulo, além de ser privilegiada em seus afluentes, sendo banhada por três rios o Barra Mansa, o Cervo e o Tietê. O projeto saiu do papel, os estudantes deixaram a sala de aula para aprender com a Mãe Terra.
Dentre as autoridades presentes, elencamos o Bispo Diocesano de Catanduva Dom Otacílio Luziano da Silva, o assessor estadual da Campanha da Fraternidade Pe. Drº Antônio Carlos Frizzo, diversos padres, o Comandante do destacamento da Polícia Ambiental de Novo Horizonte Subtenente Croco, o Coronel da reserva Leonildo Pinto e os seminaristas do Curso de Teologia das cinco dioceses da circunscrição eclesiástica do RP2.
Na ocasião, o grupo de estudos foi recebido no Paço Municipal pelo Excelentíssimo Prefeito Genivaldo de Brito Chaves, mais conhecido como “Ni Baiano”, pela Primeira Dama Sidnéia Batista Chaves, pelo Vice Prefeito Branco, pelos ilustres vereadores, pela Polícia Militar e alguns funcionários municipais.
No ensejo, o Prefeito Ni Baiano deu as boas-vindas aos participantes e mostrou-lhes as fotos aéreas da cidade e dos principais pontos turísticos. Fizeram uso da palavra o pároco de Sales, Reverendíssimo Senhor Felício Donizete Anúncio e o Drº Frizzo. No término da visita, Dom Otacílio abençoou o local e agradeceu ao prefeito e às demais autoridades pela acolhida.
Dentre as muitas belezas que Sales possui foi possível a visitação do Cemitério dos Esquecidos, Matas, Rios, condomínios e fazendas do município.
A Equipe organizadora agradece a todos que contribuíram para que esse projeto acontecesse, pedindo a Deus que nos ajude a amar e a proteger a Terra como obra da Criação, finalizando com a frase de Pe. Frizzo: "Que a justiça corra como riacho que não seca". (A M 5, 4-6).

Sistema Administrativo © 2013 MMIT — Todos os direitos reservados.